Ladrões escolhem cor e marca de moto para assaltar

Delegado Fábio Daniel Lordelo

 

Cresce o numero de motocicletas que circulam em Feira de Santana e com isso aumenta também a incidência de violência contra motociclistas na cidade.Um fato notório e que surpreende a todos é o elevado número de motos tomadas de assaltos e puxadas em Feira de Santana. No primeiro semestre deste ano 38 motos foram furtadas e 297 foram tomadas de assaltos.Um dado curioso na estatística da Policia é que os bandidos optaram por roubar preferencialmente motos da marca Honda, e nas cores preta e prata.A maior parte das ocorrências é registrada na região do bairro Tomba e no Centro comercial durante a noite.

“Até parece missa encomendada, o ladrão levou minha moto e nunca mais eu tive noticia do paradeiro dela. A minha moto que roubaram era um Honda, preta, a do meu amigo que foi levada era prata. Já a motocicleta vermelha do meu cunhado de outro modelo o ladrão não quis olhar, disse que não era a que ele queria’’, relatou inconformado um comerciante.

Até as motos apreendidas por policiais militares em diversos pontos da cidade confirmam esse fato.

“Todo mundo sabe, os caras da zona rural encomendam a cor e modelo da moto, eles compram com preço baixo para rodar por lá tocando o gado de motocicleta”, disse um agricultor da zona rural do município de Santo Estevão.

“’Lembro da ação do ex-coordenador de Polícia Civil Juvêncio Menezes há três anos que realizou uma operação onde apreendeu motos em cidades circunvizinhas oriundas de furtos e roubos que eram vendidas a preço de banana. Hoje a policia não tem estrutura para investigar e apreender as motos roubadas no município’’, informou um agente de polícia ao PORTAL  que não quis ser identificado.

“A polícia tem que prender o peixe grande, só falta agora os caras montarem uma revendedora de motos roubadas para oficializarem o negócio da china que esta escancarado nas cidades próximas a Feira de Santana’’, disparou um moto taxista.

INVESTIGAÇÃO
  Procurado pela reportagem do PORTAL  sobre o assunto o coordenador da Polícia Civil, Fábio Daniel Lordelo respondeu. “A Polícia já obteve essas informações, mas prefere não comentar o assunto, pois as investigações estão sendo realizadas por policiais do serviço investigativo”.

 

    Fonte: Denivaldo Costa

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s